terça-feira, 14 de outubro de 2014

Post para eu reler daqui a 10 anos

Desde 2012 não escrevo nada neste blog pelo simples motivo de ter alcançado aquilo que buscava a um curto prazo. Fazendo um retiro nesse final de semana, ouço uma frase a qual me faz lembrar de um de meus objetivos quando criança que era a de estudar as causas e a origem do mal. Uma vez encontrado uma resposta satisfatória, me deparo com a seguinte pergunta: E agora?

Hoje sou mais humano, entendo as dificuldades em seguir uma vida com retidão, e com isso estou um pouco mais preparado e capacitado para levar a luz à lugares mais escuros e distantes. Para realizar isto utilizarei alguns palavras que me lembram o conceito/modo/ferramenta: jogos, brasileiros, sensibilidade e sensualidade.

JOGOS: Cada pessoa possui uma série de crenças, valores e visão do mundo próprios. Se existisse um único modo correto de viver, a vida seria muito chata e nós provavelmente não existiríamos. Para comunicar a palavra, é preciso entender a vida de cada um e fazer isto de modo eficaz e ao maior número de pessoas tem sido meu grande desafio. O incrível sobre o universo é o modo como permite a existência de uma verdade única e ao mesmo tempo de diversas formas corretas, engraçadas e bonitas de se viver.

BRASILEIROS: Não encontrei uma palavra para expressar o que imagino, mas os brasileiros fazem muito bem: uma transição entre o bem e o mal sutil, buscando o imperceptível. A diferença é que os brasileiros fazem isto naturalmente e inconscientemente.

SENSUALIDADE: É sensual quem consegue estimular a alma através de um dos cinco sentidos humanos: tato, visão, olfato, paladar, audição.

SENSIBILIDADE: Percepção aguçada ou receptividade a respeito de algo, como emoções, sentimentos e situações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário